Dicas essenciais para escolher um cinturão de segurança tipo paraquedista

4 minutos para ler

O cinturão de segurança tipo paraquedista é um dos EPIs necessários para o trabalho em altura. Sua principal função é servir como recurso para a conexão de outros equipamentos, como o talabarte ou o trava queda. Assim, ele contribui para a prevenção dos riscos de queda, associados a atividades realizadas em torres, postes, andaimes, telhados, entre outras.

Ainda, o cinturão pode ser empregado no trabalho em espaço confinado, como em silos de armazenamento e em atividades de resgate ou içamento. Neste post, confira as principais informações sobre o assunto, desde os tipos de cinturão comercializados até as dicas para escolher o EPI!

Os principais modelos de cinturão de segurança tipo paraquedista

Existem vários modelos de cinturão de segurança, sendo que cada um é destinado a um objetivo. Por exemplo, nos equipamentos utilizados em atividades nas quais os trabalhadores ficam suspensos, o modelo deve dispor de conexão para esta finalidade (suspensão e sustentação) e trazer acolchoamento nas alças de proteção das pernas e lombar.

Além disso, os tipos de conexão do cinturão determinam a sua finalidade:

  • argola “D” dorsal e peitoral — utilizadas para conectar dispositivos para retenção de quedas, talabarte ou trava queda;
  • argolas laterais — utilizadas para a conexão com o talabarte de posicionamento, em situações que exijam as duas mãos livres, apoiando a região lombar do usuário no cinturão abdominal;
  • alças nos ombros — utilizadas para acoplar o trapézio em atividades profissionais realizadas em espaços confinados, como no caso de resgate.

Os princípios de segurança para esse EPI

O cinturão de segurança do tipo paraquedista precisa ter alta qualidade e resistência para assegurar a integridade física do trabalhador, além do seu conforto durante a execução das atividades. Para garantir essas características, é importante atentar aos princípios de segurança desse EPI, incluindo:

  • a observação da NBR 15.836/2010 — norma que define as exigências mínimas de configuração e projeto para que o cinturão seja eficaz;
  • os testes de segurança — o EPI deve ser aprovado em testes de tenacidade, resistência mecânica a impactos e à oxidação, a partir de procedimentos reconhecidos pelo Inmetro;
  • Certificado de Aprovação (CA) — o equipamento também precisa contar com um CA válido que era emitido pelo MTE.

Os cuidados na utilização do cinturão

Para que o cinturão seja eficaz em sua função, ele precisa estar em perfeitas condições e ser utilizado adequadamente. Por isso, é importante que os técnicos de segurança definam procedimentos de conservação de EPIs que assegurem a vida útil do cinturão, conforme as instruções do fabricante e as boas práticas de higienização.

No momento de colocá-lo, o trabalhador deve ajustar muito bem todas as alças, além de conferir se as conexões com outros equipamentos foram travadas corretamente e realizadas nos pontos certos. Para garantir esses cuidados, o empregador precisa orientar seus colaboradores por meio de treinamentos.

Vale lembrar que a capacitação de colaboradores para a execução de atividades em altura está entre as diretrizes da NR 35.

A escolha do cinturão ideal

Para escolher o cinturão ideal, todas as particularidades da atividade precisam ser observadas, bem como procedimento de trabalho, riscos associados e o sistema de ancoragem. Ainda, é importante prezar pelo conforto do trabalhador, para que ele não tenha a mobilidade prejudicada ou sinta-se desmotivado a utilizar o EPI.

Por fim, observe os princípios de segurança indicados nas normas e conte com um fornecedor de EPI com experiência e foco na qualidade para garantir que o cinturão de segurança tipo paraquedista será confiável. O grupo Delta Plus desenvolve, produz e distribui equipamentos de segurança há mais de 40 anos e é reconhecido mundialmente pela qualidade diferenciada.

Portanto, entre em contato conosco e conheça nossa linha completa de EPIs! Todos os nossos produtos têm excelente durabilidade, custo-benefício e design confortável.

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-