Validade x Vida Útil do EPI: aprenda quais são as diferenças!

3 minutos para ler

Em empregos onde há riscos ocupacionais é fundamental que a segurança do trabalho seja garantida por meio da utilização dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s). Neste contexto, vale esclarecermos uma dúvida muito recorrente nas empresas acerca do tema, a qual está relacionada com a validade x vida útil do EPI.

Todos sabemos que para um EPI de fato realizar o controle dos riscos ocupacionais é necessário que o mesmo se encontre em ótimo estado de conservação. Em vista disso, é essencial que a empresa, antes de fornecer o EPI para seus colaboradores, realize as devidas inspeções de controle de qualidade em todos os equipamentos, averiguando assim tanto a validade, quanto sua vida útil.

Deste modo, confira abaixo tudo sobre a validade e a vida útil dos EPI’s.

O que é validade do EPI e como ela é determinada?

Validade de um EPI é o período de tempo predeterminado no qual o equipamento de proteção está apto a ser utilizado (de acordo com parâmetros técnicos), ou seja, é o período em que o fabricante garante que todas as funcionalidades do EPI estarão condizentes com os respectivos controle de riscos.

A determinação da validade do EPI só pode ser realizada por empresas que desenvolvem equipamentos que atendem tanto as normas brasileiras quanto as normas internacionais de segurança. Além disso, vale destacar que esse procedimento requer várias etapas técnicas, essencialmente aquelas que se relacionam com testes de laboratório (verificando a durabilidade, resistência, desgaste natural e entre outros).

O que é vida útil de um EPI?

Já a vida útil de um EPI está relacionada com as condições de uso do equipamento, de acordo com a frequência de sua utilização, isto é, ela leva em conta se o EPI tem condições de uso após ele sofrer desgaste (seja de ordem natural, seja por conta do uso excessivo).

Deste modo, é possível que um EPI esteja dentro do período de validade, porém, sem condições de uso em razão de sua vida útil já ter sido alcançada. Sendo assim, é necessário muita atenção por parte do setor de segurança do trabalho para realizar este tipo de análise em todos os equipamentos de proteção da empresa.

Como aumentar a vida útil dos EPIs?

Além de ficar atento com a vida útil e validade de um EPI, é importante também criar hábitos que favorecem na manutenção dos equipamentos de proteção, como:

  • higienização frequente;
  • armazenamento em ambientes compatíveis com o material do EPI;
  • utilização do EPI restrita para atividades de segurança do trabalho.

Portanto, agora que sabemos qual a diferença de validade x vida útil do EPI, fica mais simples de perceber o quão importante este assunto é para a segurança do trabalho na indústria. Além disso, vale destacar que a compra de EPIs de qualidade jamais deve ser encarada como algo custoso ou desnecessário, até porque, envolve a saúde e o conforto de toda a equipe de trabalho.

O conteúdo foi válido para você? Então compartilhe-o em suas redes sociais e faça com que mais pessoas saibam da diferença entre vida útil e validade de um EPI.

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-